Archive for Missão Ad Gentes

Dimensão Missionária:Caminho do encontro do Senhor

“Estas dimensões do caminho podem ser  explicadas com palavras que encontramos no Evangelho e que descrevem  o processo de encontro,formação e envio dos que recebem a vocação de ser discípulos missionários para que os povos tenham vida em Cristo”.(cf.Missão Continental para uma Igreja Missionária,pg.20).

Quando nos preparamos para uma missão,é importante ressaltar que toda a comunidade cristã,comece a ter um processo de formação para que o envio missionários,daqueles que sentem a vocação de se tornarem discípulo missionário,é necessário que todos possam compreender o que é necessário de uma vida cristã no caminho mais próximo no encontro com Jesus Cristo.“Tais projetos devem promover a formação integral da pessoa,tendo seu fundamento em Cristo,com identidade eclesial e cultural,e com excelência acadêmica.Além disso,há de gerar solidariedade e caridade para com os mais pobres.O acompanhamento dos processos educativos,a participação dos pais de família neles e a formação de docentes,são tarefas prioritárias da pastoral da educação”.(DAp 337).

Sobretudo,conforme nos procede a afirmação do Documento de Aparecida,incentiva todos os discípulos missionários a atravessarem uma fronteira mais próxima do caminho do encontro com Jesus,isto é,o objetivo dessa missão,é ir e pregar a Boa-Nova a toda a criatura(cf.Mc 16,15).É preciso também colocar diante dessa dimensão missionária,todo o objetivo que a Palavra de Deus,seja um acesso livre para se criar uma animação bíblica pastoral.“A evangelização exige muita atenção em que vivemos,sincera abertura de espírito e solidariedade diante das aspirações,angústias e interrogações da nossa época.Mas,ao mesmo tempo,por fidelidade ao próprio Cristo e à missão que dele recebeu,a Igreja tem a estrita responsabilidade de oferecer,em cada época,o acesso à Palavra de Deus,à celebração da Eucaristia e aos demais sacramentos,e de cuidar da caridade fraterna,e do serviço aos pobres”.(Doc.71 da CNBB,19).

Pois bem,com esse objetivo,vamos então analisar toda essa estrutura de poder colocar em prática a dimensão missionária,em relação ao que temos em relação ao que for determinado no sentido próximo de estarmos presentes em favor do que se pede em relação a missão evangelizadora da Igreja,o Decreto Ad Gentes afirma o seguinte texto em relação a Dimensão Missionária:“Toda essa formação deve estar penetrada de solicitude pastoral.Mas ministre-se também uma especial e ordenada formação apostólica,ao mesmo tempo tempo doutrinal e prática.Sejam bem instruídos e preparados na Catequese muitos irmãos e irmãs,para que possam colaborar ainda mais no apostolado.Também os que temporariamente se dedicam à atividade missionária precisam adquirir formação adequada à sua situação.Completem-se esses vários tipos de formação nos países aos quais os missionários são enviados”.(AG 26).

Compreendendo melhor esse objetivo a missão,é preciso que a missão possa continuar verdadeiramente,no momento mais específico para que os missionários se envolvam nas atividades em preparação para o envio missionário na comunidade,porém é muito importante lembrar que“É preciso anunciar Jesus de modo a que o encontro com ele leve ao reconhecimento do pecado na própria vida e à conversão,em uma experiência profunda da graça do Espírito recebida no batismo e na confirmação.Isto supõe uma revalorização do sacramento da penitência,cuja pastoral deveria prolongar-se na direção espiritual de quem mostra maturidade suficiente para aproveitá-la”.(cf.Documento de Santo Domingo 46).

E para encerrar,gostaria de fazer uma colocação importante sobre esse sentido da Dimensão Missionária,encontrando verdadeiramente o caminho do Senhor,colocando-se no caminho do encontro com Jesus Cristo,Ele que é o Caminho,a Verdade e a Vida(cf.Jo 14,6),devemos compreender que a nossa missão é formar discípulos missionários para que recebam a formação doutrinal,espiritual,humana e teológica,quando falamos do caminho da salvação,pois queremos com muita formação,aprendermos a vivenciar um momento forte da nossa fé e aprender que somos convocados para a missão de evangelizar,esse é o caminho mais importante na nossa vida.”Os fiéis vivam portanto muito unidos aos outros homens de sua época e procuram perceber perfeitamente suas maneiras de pensar e de sentir,expressas pela cultura”.(Gaudium et Spes 62).

Leave a comment »

Anunciar a conversão e o perdão de todas as nações

O curso para missionários e missionários enviados além fronteiras que teve início aos 08 de agosto de 2010 no Centro Cultural Missionário (CCM) em Brasília, está em sua última semana. O curso Ad Gentes, assim conhecido, conta com a participação de trinta e sete missionários (as). Entre eles temos trintas e duas religiosas, quatro padres e uma leiga.Com estes dados podemos perceber como a Igreja no Brasil continua vivenciando de maneira autêntica o mandato de Jesus: “ide pelo o mundo inteiro e fazei discípulos meus em todas as nações”.

Fora do Brasil se encontram aproximadamente 1860 missionários brasileiros e vale apena destacar que na sua grande maioria são religiosas, como podemos perceber neste grupo que está se preparando no CCM para serem enviados, dos trinta e sete, trinta e duas são religiosas. Com base nestes dados, significa que 86.5% dos missionários enviados é a presença da vida religiosa feminina. Estes números servem não apenas para este curso, mas não estaremos equivocados, ao aplicar os mesmos números para a globalidade do movimento missionário, ao se falar da missão Ad Gentes. Pena que nem todas as congregações que enviam seus missionários comunicam à CNBB, através do COMINA, da Dimensão Missionária, o envio dos mesmos. E não são muitas as que oferecem a oportunidade dos enviados (as) participarem do curso de preparação para missão ad gentes, organizado pela Igreja do Brasil, através do CCM, organismo ligado à CNBB. Em depoimento, as missionárias Ir. Diva Nascimento, Franciscana Missionária de Maria Auxiliadora e Ir. Marissandra R. Oliveira, Franciscana Missionária de Susa, dizem o seguinte: “ ao nosso período de convivência fraterna no curso ad gentes, queremos destacar em primeiro lugar a suma importância dos temas refletidos e vividos por este grupo de discípulos (as) missionários (as) de Jesus Cristo. Em seguida enfatizamos o quanto seja necessário e importante participar deste curso, não só os missionários (as) destinados ( as) além fronteiras, mas também aos que permanecem no país”, pois afinal, o curso é muito abrangente e atual no campo da missão, afinal, somos todos missionários (as). O que nos falta às vezes é a consciência da missionariedade.

Comentando ainda sobre o curso Ad Gentes em andamento, vejam os diferentes missionários para os quais a Igreja no Brasil está enviando seus missionários. Foram contemplados três continentes, entre eles, o continente africano, recebendo vinte missionários, indo treze para Moçambique, um para Guiné Bissau, um para Benin, quatro para Angola e um para Costa do Marfin. Para o continente americano estão sendo enviados onze. Dois para Argentina, um para Nicarágua, um para Bolívia, um para Venezuela, dois para o Equador, três para o Haiti e um para o México. Para o continente europeu está sendo enviado dois para França.

Assim como é importante sabermos para onde estão indo nossos missionários, é da mesma forma importante sabermos seu Estado de origem. Os trinta e sete missionários são oriundos dos seguintes estados: São Paulo, Minas Gerais, Ceará, Maranhão, Santa Catarina, Amazonas, Tocantins, Goiás, Paraíba, Porto Alegre, Rio Grande do Norte, Curitiba e Distrito Federal. Somos enviados em nome da Igreja do Brasil, por isso é compromisso de toda Igreja saber de onde vêm e para onde estão sendo enviados seus missionários. De modo que possamos acompanhá-los com nossas orações.

Pe. José Altevir da Silva, CSSp

Assessor da Dimensão Missionária- CNBB

Secretário Executivo do COMINA

Leave a comment »